Lente de Contato que fotografa e a Anatomia do Olho Humano

Já pensou em fotografar num piscar de olhos 😉 ?

Nova Lente de Contato que fotografa: era só o que faltava não, é? Sabia que o olho humano funciona como uma câmera? Se você é um curioso ou um estudante vai amar este post: vamos desvendar para a anatomia fantástica do órgão da visão e ainda relembrar alguns conceitos sobre refração da luz e formação da imagem (quem tem medo de Física aê?).

É muita piscadeira:  a lente de contato que fotografa

Ao longo dos anos as empresas veem se dedicando a lançamentos e pesquisas neste campo: o Google lançou uma lente de contato capaz de fazer um acompanhamento do diabetes e já pensam até em implantá-la no globo ocular. A Samsung quer criar uma lente de contato com câmera acoplada. Porém, foi a Sony que registrou a patente para lentes de contato que fotografam.

Como funcionaria essa câmera?

O usuário controlaria o click através de uma piscada voluntária. A Sony diz que é possível diferenciar uma piscada proposital de uma involuntária, o que torna simples e fácil a ativação do obturador. O documento diz ainda que todos os demais ajustes, como zoom e armazenamento das imagens podem ser alterados por movimentos oculares.

Será que as lentes estarão à  venda?

Ressaltamos que patentes apenas atestam que a ideia é da empresa, mas não necessariamente vão transformá-las em um produto real de mercado. Já pensou: “me vê uma lente de contato que fotografa”, pediria alguém ao vendedor. Imagina quantas pessoas não pensariam duas vezes antes de sair piscando por aí afora?  Ainda que tenha tudo para se tornar um sucesso, os usuários também tem dúvidas e preocupações sobre privacidade, que na época o Google Glass também enfrentou. Hoje o Google já lança nova versão.

 

A fotografia e a Anatomia do Olho Humano

Pois é, o olho é praticamente uma câmera, na verdade a primeira câmera!  não vamos aqui explorar todo o conceito sobre como se desenvolveu a técnica da fotografia, mas veja como nosso órgão ocular realiza uma função surpreendente: todos os objetos possuem energia luminosa. Neste caso, o olho humano, assim como a uma câmera fotográfica, faz uma captação desta incidência de luz de maneira ordenada e uma interpretação, transformando-a em uma imagem nítida, que é transmitida a um receptor, que é o cérebro.

Olhos e câmera fotográfica possuem o mesmo “tipo de lente”

Nossa visão nos permite enxergar objetos que estão perto e que estão longe do nosso campo, mas não ao mesmo tempo. Essa é uma característica da Lente Convergente, também presente nas câmeras, que define qual objeto será de primeiro ou segundo plano.

 

Os olhos e as câmeras

Veja a semelhança entre o olho e uma câmera fotográfica.

Ambos controlam a entrada de luz e captam de “cabeça para baixo”

Para que a imagem formada seja nítida, é necessário que a entrada de luz seja regulada. Em uma câmera fotográfica, o dispositivo que faz esse controle é o diafragma. Já nos olhos, o cristalino, que é nossa “lente natural”,  recebe a luz que foi regulada pela íris e pupila.

A partir de um objeto ou assunto à frente, que está além da distância focal, será enviada a imagem “de cabeça para baixo” para uma interpretação do sistema receptor antes de ser formada de fato. Por isso que não é possível focalizar dois objetos em distâncias diferentes ao mesmo tempo.

As tecnologias foram criadas para nos ajudar e também para ser uma boa fonte de entretenimento.
Quem essa ferramenta não se torne realidade? Teremos ótimos clicks!

😉

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *